Suzano x Sintrexbem

O FSC Brasil recebeu em maio de 2011 uma denúncia do Sindicato dos trabalhadores na silvicultura, no plantio, nos tratos culturais, extração e beneficiamento da madeira em atividades florestais e indústrias moveleiras no extremo sul da Bahia – SINTREXBEM sobre a operação da Suzano Papel e Celulose S/A. 

Esta organização apresenta preocupação com relação à conduta da empresa, principalmente com relação ao respeito ao Princípio 4 – Relações Comunitárias e Direitos dos Trabalhadores. O FSC Brasil registrou a denúncia apresentada e encaminhou para apreciação do Comitê de Resolução de Conflitos. Foi enviada carta à empresa comunicando sobre as ponderações do sindicato e solicitando esclarecimentos. A empresa enviou carta resposta acompanhada de documentos, carta e documentos encaminhados para apreciação da certificadora responsável pela avaliação de conformidade da operação, o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora). 

Em fevereiro de 2012 o Imaflora realizou auditoria de campo no empreendimento certificado e buscou evidências junto ao empreendimento e denunciante que subsidiaram a resposta formal enviada ao denunciante. Nesta carta, o Imaflora expressa não ter identificado não conformidades com relação aos Princípios e Critérios do FSC e definiu algumas ações de monitoramento. 

Desde então, o FSC Brasil esteve em contato com o Sintrexbem e em janeiro de 2013 foi realizada reunião na sede do FSC Brasil em São Paulo. Nesta ocasião e em outros contatos por telefone e email, o FSC informou sobre a possibilidade de denunciar a certificadora à ASI, onde o FSC Brasil pode dar apoio no que se faça necessário sob demanda do Sintrexbem.


© Forest Stewardship Council® · FSC® F000204