Novidades

Notícias e temas relacionados às nossas atividades


Friday, 31 August 2018
ATTOM, design com responsabilidade socioambiental!

bowl

"É um grande prazer desenhar peças que são produzidas pelos nossos parceiros ribeirinhos, no coração da Amazônia", disse Carlos Motta.


Do coração da Floresta Amazônica direto para os maiores consumidores do País. Construir essa ponte é o objetivo do projeto "Design & Madeira Sustentável", desenvolvido pela BVRio, em parceria com a Coomflona - Cooperativa Mista da Floresta Nacional do Tapajós, o FSC® Brasil e designers renomados.

A ideia central é fomentar o uso e o consumo da madeira nativa certificada FSC, por meio do conhecimento. Enquanto os designers conhecem pessoalmente a cooperativa e aprendem mais sobre manejo responsável e as diversas espécies de madeira da região, os cooperados participam de workshops de capacitação para aprimorar suas técnicas de produção de móveis e objetos de decoração. No final, uma relação comercial estreita esses laços e joga ainda mais luz na origem dos produtos florestais que consumimos diariamente.

Do primeiro workshop, ministrado por Carlos Motta, nasceu a marca Attom - um núcleo de design onde se desenvolvem peças utilitárias do cotidiano, buscando o justo, o correto e o sustentável. E dessa parceria já vingou um fruto: a criação de uma linha de peças com o selo FSC 100% comunitário, que acaba de ser lançada. Vale a pena conferir!

Esses bowls maravilhosos são feitos a mão pelos ribeirinhos, com madeira muiracatiara certificada pelo FSC. “A madeira é uma matéria prima que vamos usar para sempre, mas ela precisa ser bem manejada”, diz Carlos Motta. “É um prazer enorme poder trabalhar com a comunidade lá em Tapajós, porque junta um grupo muito interessante, disposto a fazer as coisas do bem”, revela.

Segundo Aline Tristão Bernardes, diretora executiva do FSC Brasil, parcerias como essa são fundamentais para valorizar a madeira nativa, mostrar que o manejo florestal responsável é uma ferramenta de desenvolvimento sustentável e agregar valor ao trabalho dos pequenos produtores e comunitários, seja por amplificar a questão socioambiental, seja pelo próprio design. “Esperamos que, dessa forma, a gente mostre que dá, sim, para fazer uso responsável das florestas tropicais”, diz ela.


© Forest Stewardship Council® · FSC® F000204