Os padrões nacionais de manejo florestal do FSC® vão mudar e queremos saber a sua opinião.

Até o dia 15 de julho de 2016, a primeira versão dos documentos, tanto de florestas nativas como de plantações, estará disponível para consulta pública.

A consulta já pode ser respondida. Para acessar ao questionário de Plantações Florestais, clique aqui e para Florestas Nativas, clique aqui.

Você também pode responder o formulário de consulta pública de cada padrão (Plantações e Nativas) e ter acesso a todos os documentos da consulta abaixo. Você pode comentar sobre o padrão de nativas, o padrão de plantações ou ambos.

Os feedbacks serão registrados, avaliados e incorporados na segunda versão dos documentos.

O FSC Brasil realizará reuniões presenciais no intuito de engajar pessoas e organizações no manejo florestal responsável, dar oportunidade para que as partes interessadas e afetadas conheçam a primeira versão dos documentos, opinem e contribuam para uma discussão aprofundada sobre temas relevantes para o sistema FSC. Os encontros, que já têm datas acontecerão em:

Reuniões Plantações

• São Paulo (SP): 31 de maio, Hotel Massis, Rua Luís Coelho, 80, Consolação, 9h às 18h

• Belo Horizonte (MG): 02 de junho, San Francisco Flat, Av. Álvares Cabral, 967, Lourdes, 9h às 18h

• Curitiba (PR): 07 de junho, Unilivre, Rua Victor Benato, 210, Pilarzinho, 9h às 18h

• Campo Grande (MS): 09 de junho, Hotel Deville Prime, sala Corumbá, Av. Mato Grosso, 4250, Caranda Bosque, 8h30 às 17h30

• Teixeira de Freitas (BA): 29 de junho, Hotel Jacarandá, Rua Leur Lomanto, 45, Recanto do Lago, 09h às 18h

• Porto Alegre (RS): 13 de julho, Ritter Hotel, Largo Vespasiano Júlio Veppo, 55 - Centro, das 09h às 18h

Reuniões Nativas

• Santarém (PA): 15 de junho, Escritório Regional do Serviço Florestal Brasileiro do Distrito Florestal Sustentável de Santarém/PA, Rua Rosa Vermelha, 739, Aeroporto Velho, 9h às 18h

• Belém (PA): 04 de julho, Secretaria do Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia - SEDEME, Av. Senador Lemos, 290, Umarizal, 9h às 18h

• Manaus (AM): 08 de julho, Sede FAS, Rua Álvaro Braga, 351, Pq. Dez de Novembro, 9h às 18h

Para facilitar a sua participação na consulta pública, abaixo pode ser encontrado o documento “Guia de Navegação”. Este guia, que deverá ser constantemente melhorado, visa mostrar onde se localizam os principais temas que compõem os padrões FSC para o manejo responsável.

Participe! O futuro das nossas florestas depende de você!

Saiba mais sobre o processo de construção dos novos padrões nacionais.


Consulta Pública Online do Padrão para Avaliação de Plantações Florestais no Brasil

Até hoje, as plantações de árvores que tem seu manejo florestal certificado pelo FSC, eram avaliadas com base no padrão aprovado de cada uma das certificadoras habilitadas para tal.

O FSC Brasil, em parceria com o FSC Internacional, está desenvolvendo um projeto para auxiliar o processo de migração para os novos Princípios e Critérios do FSC. Neste contexto, o primeiro passo é elaborar um padrão único, harmonizado, para avaliação de plantações florestais no Brasil.

Contando com a participação de um Comitê de Especialistas Técnicos das quatro principais certificadoras de manejo florestal do Brasil (Bureau Veritas, Control Union, Imaflora e SCS) e do Comitê de Desenvolvimento de Padrões do FSC, foi elaborada a primeira versão do documento para consulta pública.

O documento é dividido em Princípios, Critérios e Indicadores. Os Princípios e Critérios não serão alterados. O que está em fase de consulta pública são apenas os Indicadores, e todos podem ser comentados.

A consulta pública começa hoje, dia 1º de março, e se estende por 60 dias, tendo como data final 30 de abril de 2013.

O objetivo desta consulta é receber sugestões das partes interessadas sobre os indicadores. Os comentários serão registrados e avaliados por especialistas em manejo florestal e pelo FSC Brasil, responsáveis pela elaboração da segunda versão do documento.

A segunda versão será novamente submetida à avaliação do Comitê de Especialistas Técnicos e Comitê de Desenvolvimento de Padrões do FSC.

Para participar da consulta pública online, clique aqui.

Contamos com a sua participação!

Escopo

Este padrão é aplicável para avaliar qualquer área de manejo florestal de plantações no Brasil.

As áreas de até 480 ha também podem ser enquadradas no Padrão SLIMF (Small and Low Intensity Managed Forest – em português, Manejo Florestal em Pequena Escala e de Baixa Intensidade).


Consulta Pública Avaliação Nacional de Risco do Brasil

O documento da Avaliação Nacional de Risco do Brasil (FSC-STD-BRA-xx-2013 D1-2 PT) aberto à consulta pelo período de 22 de Novembro de 2013 à 20 de Janeiro de 2014, resulta do esforço de quase dois anos de trabalho - envolvendo o Comitê de Desenvolvimento de Padrões, Conselho Diretor e equipe do FSC Brasil, e, a consultoria contratada para execução do estudo: Poyry Silviconsult -, na missão de mapear riscos relacionados à extração e uso de madeira em nosso pais, a partir dos critérios de madeira controlada definidos pela norma FSC-STD-40-005 do FSC IC.

E ainda assim se considera inacabado.
 
Isso porque a construção de um documento com a relevância deste estudo só pode se concluir com a participação ampla e irrestrita da maior parte dos atores interessados e afetados pelos seus resultados, não só contribuindo na melhor definição das fontes secundárias e primárias que embasaram o mesmo, como também, comentando a coerência de seus resultados quando confrontados com a realidade local.
 
Convidamos todos os atores do movimento e setor florestal do Brasil a conhecer, revisar e propor melhorias no documento anexo, de forma a construirmos uma versão final e definitiva mais consistente e articulada com a proposta de contribuir para uma gestão mais eficaz, transparente e uniforme de madeira controlada em nosso país.

Além da consulta online, serão realizadas duas reuniões presenciais - uma para debater os resultados relacionados às florestas plantadas e outra para os de nativas, nas seguintes datas:

  • Florestas Plantadas: dia 10/dezembro, das 9h às 15h, na FGV – Faculdade Getúlio Vargas - Sala 1101 -  Av. 9 de Julho, 2029 - Bela Vista (Acesso também pela Rua Itapeva, 432) - São Paulo/SP;
  • Florestas Nativas: dia 09/dezembro, das 9h às 14h, no IFT – Instituto Floresta Tropical - Rua dos Mundurucus, 1613 - entre Trav. Apinagés e Trav. Padre Eutíquio - Bairro Juruna - Belém/PA;

Algumas considerações: 

O documento anexo está dividido em duas seções, uma referente à madeira oriunda de plantações florestais, e outra de florestas nativas, uma vez que cada um desses setores representa um universo próprio de fontes e dados, dificilmente comparável entre si.

Tal divisão, entretanto, não tem nenhuma intenção comparativa, pois a escolha entre a madeira oriunda de plantações e/ou de florestas nativas se faz em função de aspectos técnicos e comerciais, uma vez que os critérios sociais e ambientais da madeira certificada são garantidos, independente de sua origem, por um sistema único de avaliação da conformidade baseado nos 10 Princípios e Critérios do FSC.

Outro aspecto que deve ser ressaltado é a diferença da qualidade e quantidade de dados entre os estados brasileiros e as mesorregiões, que reflete um problema mais estruturante de nosso país que acaba por intervir na profundidade dos resultados do presente estudo.

Esta diferença pode ser minimizada com a ampla participação de atores especialistas em suas localidades, apresentando fontes e dados legítimos de cada região, que possam somar-se aos já utilizados no documento até a presente versão.

Para a consulta:

  • Relatório da Avaliação Nacional de Risco do Brasil
  • Figura dos Critérios e Indicadores da Norma FSC-STD-40-005
  • Formulário Consulta Pública Avaliação Nacional de Risco - Preencha o formulário e envie para consultapublica at fsc.org point br

© Forest Stewardship Council® · FSC® F000204